A ideia é de que aplicando antitranspirante nas axilas, uma área próxima aos seios, o alumínio poderia ser absorvido pela pele e causar efeitos semelhantes ao estrogênio.

E o problema com o estrogênio é que pode promover o crescimento de células de câncer de mama, levando à crença de que os antitranspirantes podem causar este problema.

Embora de fato esta seja uma afirmação sensacionalista, nenhum estudo definitivo comprovou a relação entre câncer e alumínio nos antitranspirantes. Você pode parar de se preocupar porque ter axilas secas não irá causar esta problemática.

Pode gerar doença de Alzheimer?

Esse mito que liga o alumínio nos antitranspirantes à doença de Alzheimer remonta dos anos 80 do século XX.

Estudos observacionais sugerem que a doença de Alzheimer e os níveis cerebrais de alumínio estão relacionados. Dado esse vínculo, outros estudos têm se preocupado em descobrir se existe uma associação clara entre o alumínio no antitranspirante e a doença de Alzheimer.

A suposta ligação funciona da mesma maneira que o câncer, através da aplicação tópica que permite ao alumínio penetrar no corpo. No entanto, a quantidade de alumínio depositada na pele é tão insignificante que seria impossível causar a doença, conforme indicam os especialistas

E embora haja uma correlação entre essa doença e o alumínio é difícil saber se há uma causa. Quantidades vestigiais de alumínio estão presentes em muitas coisas.

A diferença nos pacientes de Alzheimer é que as células moribundas não conseguem eliminar as toxinas da maneira saudável, o que se traduz em níveis mais altos de alumínio.

Tudo isso significa que o alumínio no cérebro dos pacientes com Alzheimer é resultado, e não causa, da doença, significando uma boa notícia para todos que usam antitranspirantes.

O alumínio nos antitranspirantes causa problemas em rins?

Por que os antitranspirantes são ruins para quem tem problemas renais supostamente?

Como o alumínio é problemático para pessoas com doença renal avançada os institutos de saúde exigem que antitranspirantes notifiquem usuários desses perigos em suas embalagens.

A rotulagem aconselha os consumidores a consultar um médico antes de usar se tiverem doença renal, levando à crença de que os antitranspirantes podem agravar as condições renais.

O uso de antitranspirantes não causará problemas nos rins, este informe serve para aquelas pessoas com doença renal crônica em estágio avançado – uma pequena porcentagem da população brasileira.

Ao menos que você coma o antitranspirante ou o pulverize na boca é impossível que o corpo absorva alumínio suficiente na pele para prejudicar os rins.

Portanto, se você é uma pessoa normal e saudável não precisa se preocupar em escolher entre ficar suado e ter doença renal.